MORO LANÇA SEU LIVRO NO RIO DE JANEIRO

Compartilhe:

Share on whatsapp
WhatsApp
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter

Depois de Curitiba, Recife e São Paulo, chegou a vez dos cariocas participarem do lançamento do livro “Contra o sistema da corrupção”, de Sergio Moro. O jornalista Carlos Nascimento será o mediador do evento que começa às 19 horas, no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea.

O livro foi lançado pela editora Sextante e já é o primeiro mais vendido em biografias políticas. Se você ainda não comprou, veja abaixo o link para comprar na Amazon. Se já comprou, não se esqueça de avaliar o livro.

SOBRE O LIVRO:

“Posso dizer que tive dois dos empregos mais desafiadores do mundo. Desde que deixei a carreira de juiz, ainda no decorrer da Lava Jato, tenho sido cobrado a escrever uma autobiografia. Após ter pedido exoneração do cargo de ministro, a demanda cresceu, inclusive para que abordasse minha passagem pelo Poder Executivo. Este livro é, em parte, uma tentativa de atender a essas solicitações.” – Sergio Moro

2014 foi um marco na história do Brasil. Nascia a Operação Lava Jato, a maior investigação já realizada no país contra o sistema da corrupção. Em 2021, a operação que quebrou a regra da impunidade para os ricos e poderosos chegava ao fim.

Neste livro, o ex-juiz Sergio Moro, símbolo maior da Lava Jato, conta, pela primeira vez, sua história focada no combate ao sistema da corrupção. Além de detalhar como esse sistema funciona no Brasil, ele revela bastidores inéditos da investigação.

Também narra sua passagem pelo governo Jair Bolsonaro e explica por que abriu mão de uma bem-sucedida carreira na magistratura para assumir o cargo de Ministro da Justiça e Segurança Pública. Em abril de 2020, desgastado com as tentativas de interferência do presidente na Polícia Federal, saiu pelos mesmos motivos que entrou: para se manter fiel a seus princípios, proteger o legado da Lava Jato e combater a corrupção.

Desde então, o ex-juiz viveu uma série de reveses. Nestas páginas, ele fala sobre o ataque hacker a seu celular e ao de procuradores da Lava Jato e sobre o uso de provas ilegais e de falsas narrativas para tirar a credibilidade do trabalho feito na operação. E rebate, um a um, os argumentos que culminaram na decisão do Supremo Tribunal Federal de considerá-lo suspeito de parcialidade no julgamento do ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Moro se posiciona a respeito de temas fundamentais para o país, como democracia, Estado de Direito e os recuos recentes na luta contra a corrupção. De forma contundente, critica o que chama de “presunção de inocência à brasileira”, uma distorção do sistema judicial que visa garantir a impunidade dos crimes cometidos pela classe dirigente, aniquilando o princípio de que todos devem ser iguais perante a lei.

Apesar dos retrocessos, Sergio Moro acredita que avançamos como país e que a Lava Jato mostrou que a corrupção não é o destino natural do Brasil. A mudança é possível. O sistema da corrupção é uma construção humana, resultado de uma fraqueza institucional e cultural que pode ser superada desde que haja a vontade necessária para simplesmente aplicar a lei.

PARA COMPRAR O LIVRO, É SÓ CLICAR AQUI:

Recomendados

DELTAN SE FILIA AMANHÃ AO PODEMOS

O ex-coordenador da Operação Lava Jato, Deltan Dallagnol, se filia ao Podemos nessa sexta-feita, dia 10 de dezembro. O evento contará com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *